quinta-feira, junho 25, 2009

Salmo 91 (2° Parte)

"Direi do SENHOR: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei."
(salmo 91:2)

Que sementes você tem plantado? O que anda saindo da sua boca? Que tipo de palavras você tem dito: palavras de vida ou de morte? De benção ou de maldição?
Devemos aprender a verbalizar a confiança que temos no Senhor em voz alta. Não somos ensinados a apenas pensar na palavra, mas declará-la. Um exemplo disso está em Joel 3:10 que diz:

"Forjai espadas das vossas enxadas, e lanças das vossas foices; diga o fraco: Eu sou forte."

Declare constantemente que o Senhor é seu refúgio, sua fortaleza e que Nele está toda a sua confiança! Quanto mais declaramos isso mais seguro ficamos da Sua proteção. Neste versículo o salmista declara a razão porque ele confia no Altíssimo: é porque ele é Refúgio e Fortaleza. O Senhor deve ser nosso refúgio antes que as promessas do salmo 91 comecem a operar em nossas vidas.
É claro que devemos ter precauções, afinal, este mundo jaz do maligno, mas devemos estar cientes que o socorro e a proteção vêm do Senhor. Somo ovelhas queridas de Deus (Jo 10.11)
Perceba e tome cuidado com o que sai da sua boca nos momentos de tribulação. A pior coisa que pode acontecer é você falar palavras de maldição. Devemos fazer o que a Palavra nos diz: proferir vida!
Neste salmo Deus tem uma série de promessas para nós, mas devemos cumprir a nossa parte na aliança: Habitar no esconderijo do Altíssimo e Declarar.

Fiquem com Deus!

Um comentário:

Manu disse...

Em toda parte todos os povos, de todos os credos, raças e nações, louvaram um só Deus. Aquele que nos amou primeiro, que deu a vida por nós, e cabe a nós a missão de proclamar o seu nome, e contar do seu amor para conosco e as suas obras, para quem não tomou o conhecimento que Deus é o Senhor, o único digno de glória e louvor! Aleluiaaa =)